01 setembro, 2014

POEMAS COM POETAS


1

 

É isso ai, bicho!

Enquanto eu vasculhava

Que nem pinto no lixo

Cacos e mais cacos do acaso.

Por acaso

Descobri

A poesia

de

Cacaso

 

 

 

2

 

 

Madrugada

vibra furioso o telefone

a perturbar-me o sono

é  Ledo Ivo? – pergunta do outro lado uma voz triste

Não, Não é – respondo de maus bofes

É  Ledo engano

 

 

 

3

 

Vai, vai Carlos, vai ser Gauche na vida!

Não vou!

Por que não se até o Mario foi?

Mario? Que Mario?

O Quintana

Ora, este não é Gauche, Uai

é Gaúcho

Ah!!

 

 

 

4

 

Quase por um triz

Não cai-me no olho um haicai

Da Alice Ruiz

 

 

5

 

Heteronímia

 

Pessoa é outra pessoa

Ou finge que não o é

 

 

6

 

Hidrófobo

 

A espuma de creme de barbear

Nos bastos bigodes polacos de Paulo Leminski

denunciam

acentuada hidrofobia

 

cão- índio

canídeo

Ensaia suave a dança da chuva

E ameaça

Nosso

Piquenique

Um comentário:

José Mailson Oliveira disse...

Parabéns pelo blog, sou do Ceará, orgulhe nosso estado Brasil afora.